Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

RIR É BEM MELHOR!!!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

VACINAS & VIZINHAS

Zultima P1050353.JPG

 

-Então D. Odete já foi bácinada?

-Já! O Alfredo deu-me uma ontem.

-O Alfredo? Mas ele dá bácinas?

-Dá pois. E esta noite vai-me dar + 1 dose!

-Ai as saudades que eu tenho de ser vacinada.

-À pois deves ter Zulmira. Enquanto o Augusto foi vivo até parecia que estavam em pandemia; era raro saírem à rua.

-Ora ora, Olivia e tu? O Manel farmacéutico não te avia bem as receitas?

-Acabem lá com isso. Vamos embora que está quase na hora da missa.

-Que Deus nos ilumine e perdoe os nossos pecados.

-E que nos vá perdoando pelos ainda não cometidos. Améim!

-E também pelos pensados e não cumpridos. Améim!

-(e pelos cumpridos sem pensar). Amêm!

OS "NOSSOS" 13 ANOS!

treze anos P1040757.JPG

Por sugestão de uma AMIGA (que se lembrou do tempo em que os nossos treze anos não eram condicionados por selfies nem pelas diversas e variadas aplicaçõns hoje tão vulgarisadas), fui buscar ao baú a minha foto (de fotógrafo) dos meus longínquos 13 anos. Olhando-me fico com a ideia de não ser eu que ali estou; mas sou! Algo se perdeu pelo caminho em todos os anos passados? Tudo depende da perspectiva, né? Haverá quem prefira esta mostrada dias atrás!! "Ele" há gostos para tudo.

O TEMPO e AS HORAS

Eram duas horas e meia?

Seriam seis horas e dez?

Não importam as horas que são,

Não importam as horas que passam,

Nem os minutos que as acompanham.

Nem o vento que sopra, agreste,

Nem a chuva que cai de mansinho.

Importa o tempo das horas

iguais em todo o seu tempo,

porém com tempos diferentes,

porque cada tempo tem a sua hora!

Há horas de amar e de odiar,

Horas de rir e de chorar,

De fugir, de ficar e de correr.

Há horas de chegar e de partir,

De abraçar de beijar ou de repelir.

Há horas de sonhar e de pensar.

Há horas de ideais e de frustrações,

Dos maus momentos e das boas recordações.

São as horas do estar, e do falar.

São as horas do ver e do olhar.

São as horas de sofrer de lutar e de morrer!

Mas são sobretudo as horas do querer

As que mais importam viver.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2006
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D
  248. 2005
  249. J
  250. F
  251. M
  252. A
  253. M
  254. J
  255. J
  256. A
  257. S
  258. O
  259. N
  260. D
  261. 2004
  262. J
  263. F
  264. M
  265. A
  266. M
  267. J
  268. J
  269. A
  270. S
  271. O
  272. N
  273. D
  274. 2003
  275. J
  276. F
  277. M
  278. A
  279. M
  280. J
  281. J
  282. A
  283. S
  284. O
  285. N
  286. D
  287. 2002
  288. J
  289. F
  290. M
  291. A
  292. M
  293. J
  294. J
  295. A
  296. S
  297. O
  298. N
  299. D
  300. 2001
  301. J
  302. F
  303. M
  304. A
  305. M
  306. J
  307. J
  308. A
  309. S
  310. O
  311. N
  312. D
  313. 2000
  314. J
  315. F
  316. M
  317. A
  318. M
  319. J
  320. J
  321. A
  322. S
  323. O
  324. N
  325. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub