Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

RIR É BEM MELHOR!!!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

OS TORRESMOS A MODA E AS OLIMPIADAS

ilustração copiada de: www.cybercook.com.br

O modelo David Gandy ou a atleta olímpica de taekwondo, Jade Jones, podem comprovar o sucesso da nova moda de comer torresmos para manter a linha. Uma nova receita promete arrancar a iguaria na lista das comidas proibidas, transportando-a para a lista oposta, a dos alimentos a consumir se quer perder peso.

Eu que estive na iminência de cortar com os torresmos (diziam-me que era prejudicial para a saúde em geral e para a minha em particular), fico agora a saber que é apreciado e até aconselhado a modelos e a atletas olímpicos.

Não sei se o Dr. Prof. Pádua está ao corrente do assunto, mas logo que possa não perderei a oportunidade de o informar.

O petisco têm história, nasceu entre as famílias mais desfavorecidas, do campo. Nenhuma parte do animal era desperdiçada, nestes porcos que criavam, assim a pele e a gordura eram também aproveitadas para criar o aperitivo estaladiço.

Como se lê, os torresmos já faziam parte da história culinária; agora passam a incluir a história da moda e do desporto. Quem sabe se não será considerada uma modalidade olímpica...

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Kok 08.06.2015 14:56

    Ò pá, torresmos e gafanhotos?
    Os torresmos ei que são uma delícia, agora gafanhotos... Bem, dizem que são até bastante nutritivos mas de facto nunca os provei, nem de facto nem de fato!Image
    Há até um episódio que inclui 1 gafanhoto e 1 árabe, mas isso fica para outra ocasião!
    Akele abraço pah!

    §-acredito que não te sintas motivado para os torresmos; há iguarias que nem todos apreciam
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Sigam-me

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D