Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

RIR É BEM MELHOR!!!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

NOITE DE CHUVA

É noite escura! As nuvens descarregam chuva em grossas bátegas que ressoam nas vidraças. Já passou o Inverno e no entanto ele ainda mora lá fora (e às vezes também cá dentro). A sala vive uma penumbra acolhedora. Verto no cálice uma dose generosa de whisky de malte (Balvenie no caso) e

Retiro noturno 01.JPG

recosto-me no sofá segurando o livro aberto a meio do primeiro capítulo sem saber ainda bem quem são e como serão as personagens que dão vida ao enredo e, consequentemente, à existência dele (do livro). Concentro-me: há uma mulher jovem, um homem trintão com um filho adolescente, a mulher dele e mãe deste que fugiu com um motorista de taxi, o senhorio da jovem (que lhe quer cobrar a renda do T0 entre os lençois da cama dele (ou da dela, tanto lhe faz), o dono da peixaria dos congelados que mora no andar de cima (e que também prefere uma febra jovem em vez duma posta de pescada do chile), a vizinha do rés-do-chão (uma viúva ainda dentro do prazo de validade) de fartos peitos e largas ancas acentuadas  pela cintura estreita, um taberneiro de esquina (local onde decorrem torneios de sueca e que não poucas vezes acabam à chapada), e um sapateiro, coxo, (ainda do tempo das "meias-solas"), actualmente vendedor de cautelas e de raspadinhas, que passa os dias encostado ao balcão da taberna bebendo copos de tinto e reclamando da vizinhança por calçarem ténis em vez de sapatos. E ainda o adolescente que não se cansa de espreitar a jovem que habita o T0. Da escada ressoam vozes dos vizinhos que chegam da noite, decerto bem comidos e melhor bebidos a avaliar pela gritaria. A Migas manifesta-se ladrando às vozes que soam. Desconcentro-me. Bebo um gole de malte. E outro mais para evitar deixar o cálice sujo. Já é tarde. Não muito porém sinto-me adormecido e, consciente de que o sofá não é hoje a melhor cama, levanto-me, fecho o livro e caminho para o quarto. Amanhã talvez comece ler o segundo capítulo.

 

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D