Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

RIR É BEM MELHOR!!!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

O VENDEDOR AMBULANTE

                                

O Almerindo é um vendedor ambulante que anda de terra em terra vendendo de tudo o que cada um precisa. Não importa o que seja! O Almerindo tem para venda. Se não tem desta vez, fica anotado e na próxima cá estará o produto, apregoa o Almerindo do cimo da sua imponência de vendedor ambulante!

E como homem de palavra que é, satisfaz sempre o freguês!
O Almerindo é casado com a Maria Odete.
A Maria Odete é uma morena de olhos verdes, peito generoso e sempre pronta, à espera do Almerindo.
Ontem um cliente fez uma encomendou ao Almerindo mas que teria que ser entregue hoje sem falta.
-Ok, vou já tratar do assunto e amanhã (hoje) cá terá o material.
Por isso o Almerindo alterou “ a volta”, regressando a casa inesperadamente.
Abriu a porta, poisou a mala-mostruário, e pendurou o casaco no cabide.
Tudo calmo e silencioso.
Tudo? Não! Ouviam-se gemidos vindos do quarto.
O Alberto abriu a porta do quarto.
Ficou paralisado com o que viu: a Maria Odete embrulhada com o vizinho Adérito; e ela gemendo e gemendo e o vizinho zumbando e zumbando…!
Passados os primeiros instantes o Almerindo gritou:
-Mas afinal que pouca-vergonha é esta? Hein? Então eu que me farto de trabalhar, que ando de terra em terra para ganhar algum dinheiro, que até te comprei um descapotável e eu tenho que andar de comboio, e tu Maria Odete, tu fazes isto? Hein? Tu não tens sentimentos Maria Odete? Han?..., E o vizinho não tem vergonha de espécie nenhuma? Oh porra!, ao menos parem enquanto eu falo…

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Kok 03.03.2009 23:11

    É o mínimo que se pode deduzir...., ;))
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Sigam-me

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D