Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

RIR É BEM MELHOR!!!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

MÚSICAS

Com tempo (ainda mais) livre andei cuscuvilhando pelo youtube e encontrei esta menina de que nunca tinha ouvido quaisquer notícias. Ouvi/vi todos os vídeos publicados e... fiquei cliente.

Talvez seja um exagere mas eu acho que ela é um mimo!

 

UM ANO NOVO

2018.png Se era para "isto" melhor seria não se ter dado ao trabalho de aparecer por cá; devia ter ficado em casa. Teria sido para ele um descanso e sobretudo muito melhor para este galinheiro que (se eu acreditasse em bruxas) diria termos sido atingidos por "um mau olhado" de galináceas desconhecidas (ou não) movidas por inconfessáveis invejas. Aconteceu-nos de (quase) tudo; até a Migas adoeceu, não sei se por solidariedade ou se por outro motivo pois o veterinário também não descobriu. Perceberão decerto o motivo da minha ausência, que não imaginei fosse tão longa (à cautela deixei uns textos pré-escritos), cujo fim ainda não é hoje. Mas não pensem que se livram de mim...

DO SIGNO de CARNEIRO:

Do signo de Carneiro (como eu) eis alguns que visitam o "galinheiro":

Image result for signo aries

01 de Abril - o Ricardo

06 de Abril - a Graça e a Fê.

09 de Abril - a Cris (de Portalegre entretanto desaparecida) e eu mesmo,

10 de Abril - a maria kuak (que ora se lê, ora não se lê) e a São Banza,

11 de Abril - a Rosinda (também em parte incerta),

13 de Abril - a Golimix (a amiguix ferpeitix, sorrisix e ix's),

15 de Abril - A Mula (cujos coices são desabafos, ou vice-versa),

16 de Abril - o Paulo "Paulovski" (emigrado no facebook),

18 de Abril - a Mafalda (outra errante pela blogosfera).

ilustração copiada de: mulherportuguesa.com

PÁSCOA, COELHOS, OVOS & FOLARES

assembleia geral dos coelhos: 2018

-Bem coelhada, estamos aqui reunidos para decidir qual de nós fica com a responsabilidade de pôr este ano os ovos de Páscoa.

-Pôr? Põe-os tu...

-Desculpem, queria dizer: “colocar” os ovos da Páscoa!

-Comigo não contem.

-Nem comigo...

-Assim não chegamos a conclusão nenhuma. A tradição tem que manter-se e para isso um de nós tem que pôr, quero dizer, tem que “colocar” os ovos.

-Isso é tudo muito bonito mas tu sabes o que custa “colocá-los” cá fora, pelo olho do c...?

-Shuuutt! Não vamos baixar o nível da assembleia! Todos nós já pusé... “colocámos” ovos e sabemos muito bem o que custa!

-Então...?

-Então não há como escapar. Vamos votar e quem for o escolhido...

-Assim como na votação do Papa? O escolhido não se pode recusar? É isso?

-Sim, de certa maneira...

-Eu não alinho!

-Nem eu!

-1 momento!, 1 momento!, e regalias? Que benefícios tem quem “colocar” os ovos?

-Esse aspecto nunca foi discutido.

-Já é mais do que tempo! Que eu já tenho 3 Páscoas a “colocar” ovos, bem preciso de um incentivo para continuar.

-Bem, poderemos considerar colocar à disposição “do eleito”, umas 4 coelhas para “coisar”.

-Virgens?

-Fazes mesmo questão?

-Não, era só para saber!

-De qualquer modo tu, depois de 3 Páscoas, ficas isento.

-1 momento!, 1 momento!; com 4 coelhas para “coisar” vou pensar melhor...

-(este gajo tem bué de momentos...)

-(eheheheeeehhhh)

-Então vamos votar?

-Alto lá! Eu sempre fui de opinião que: quem quiser comer ovos que os ponha!

-Isso é um cartaz da greve das galinhas.

-E depois? Eu sou da mesma opinião.

-Queres mudar de "partido"?

-Não...

-Então cála-te!

-Votamos ou não votamos?

-Esperem, eu já volto; estou "à rasca" para cagar...

-De facto tudo isto já me estava a cheirar mal.

-Foi ele, de certeza que foi ele...

-Atenção! Atenção! Não se distraiam nem se desviem do assunto: temos que votar.

-Mas ele foi cag...

-Shuuut!! A maioria vence. Vamos votar! (já estou farto disto).

 o - O - o

-Porque o voto é secreto, no Domingo se saberá quem foi o “escolhido”!

* ~ * ~ *

-E os folares? O título deste post também refere “os folares”.

-Esquece os folares pá, ou queres ser tu a "colocá.los"?!

-Deus me livre...

-Então caladinho e não dês ideias... (Chiça, estou mesmo farto disto; nunca mais me apanham noutra).

FINALMENTE CHEGOU:

Image result for primavera 2018

Bela e sedutora, que não se vê porém sente-se (deáfona, diria). Todos os anos é a mesma coisa: aparece sem avisar, deixa-se ficar como se a casa fosse a sua e, tão depressa como chegou assim se irá embora, sem qualquer aviso de véspera e sem um simples acenar de despedida.

Este ano repetiu-se a cena: chegou e abancou-se!

Bem sei que devemos estar receptivos a acomodar familiares -de quem até gostamos e estimamos- mas ao menos uma palavrinha de véspera, ?

-Chego amanhã, por exemplo.

Mas não! Aparece sempre por estas alturas, quase sempre radiosa e perfumada, alternando humores entre chuvas de lágrimas e perfumados suspiros, mas nada que perturbe o convívio.

Sabemos (sabemos todos, ela e nós) que abalará de um dia para o outro, sem sequer se despedir; continuamos contudo sempre dispostos a recebê-la e de braços abertos porque, venha ela como vier, todos gostamos da chegada da Primavera.

ilustração copiada de: laverdadnoticias.com

A MULHER TEM DIA?

Inventado tem: é HOJE!

Mas bem vistas as coisas o que elas têm são dias, todos os dias, que lhes ocupam todo o seu tempo. Hoje é somente mais um dia independentemente dos motivos comerciais organizados cujo objectivo não foi propriamente a exaltação da mulher.

Todavia a data de hoje (e isso é o que mais nos importa) coincide com dia de aniversário da Teresa (a Tété) que connosco conviveu neste bairro blogosférico quer com os seus textos, quer com os comentários com que nos visitava, quer ainda com a sua presença física nos almoços que partilhámos como por exemplo, este:

4º enc SPMoel 04.JPG

Sempre fui mais de celebrar nascimentos e chegadas do que referir despedidas (de todas as despedidas). E também por acreditar que enquanto formos lembrados continuaremos vivos, quero com este texto, celebrar o teu aniversário, sem bolo nem velas porém com o carinho de uma amizade que passou de virtual a real.

Até p'ró ano Teresa!

E EU PERGUNTEI-LHE:

-Migas, queres ir ao restaurante?

Migas aos 4 anos

Ela olhou-me, levantou levemente as orelhas e sentou-se, não num gesto de indiferença à questão mas sim no sentido de: não te estou a perceber.

Lá lhe expliquei a nova lei que permite aos humanos levarem os animais de companhia e/ou de estimaçõn (ainda que nem sempre muitos estimados) para esses locais de satisfação culinária, coisa que antes não era permitida. Escutou-me atentamente, (veja-se a foto) mas não pareceu convencida; virou-me as costas (melhor dizendo: o rabo) acercou-se da malga da ração de onde retirou uns dois ou três pedaços que mastigou no kerreck kerreck costumado e foi-se deitar no sofá onde habitualmente se deita quando pressente que vai ficar sozinha em casa. (é verdade, às vezes fica sozinha).

Não me parece assim muito descabida esta permissão porém porque nem toda a gente se "dá bem" com animais e há sempre quem ache que tem direito a tudo (veja-se o caso das passadeiras para peões que são tidas -erradamente- como continuidade dos passeios) a lei deveria ser mais explícita quanto mais não seja porque há quem tenha cães, gatos ou piriquitos mas também há quem possua cobras e lagartos, ou até (sabe-se lá) cabras, porcos ou (imagine-se) chitas, leões ou elefantes. O facto da permissão depender da vontade dos donos dos restaurantes não invalida atritos e confusões tanto por parte dos donos dos animais como dos restantes clientes etc., etc.

Parece-me que a vontade ser inovador ofusca a falta de condições para o ser. Antes de mais falta-nos a sensibilidade de gerações em que os animais deixaram de ser considerados como coisas mas sim como seres vivos e com necessidades próprias (ver o caso inglês, por exemplo).

Mais uma vez os nossos legisladores (que nunca sabemos quem são) meteram a carroça à frente deixando-se ficar -perdão- deixando as bestas ficarem lá atrás.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D