Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

RIR É BEM MELHOR!!!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

A MIGAS

Migas P1050378.JPGAqui, neste meu galinheiro surgiram maleitas nos seres vivos desta restrita comunidade famililar, desde as plantas e flores que ganham fungos, cagadelas de pombos e de outras maleitas (com nomes em latim mas que eu desconheço por completo), até à Migas que teve que ser operada de urgência (convalescente conforme imagem em anexo). Está a recuperar bem e não se prevêm sequelas, mas numa vida de cão, vá-se lá saber, né?

2 anos depois, A FONTE

A FONTE e o RUI confundem-se:

ela é ele porque sem ele não existiria a FONTE!

5º encontro Braga 03.JPG

O Rui (e a sua Fonte, a ordem é arbitrária), foram/são ainda o elemento de ligação necessário e obrigatório que colou muitos amigos em redor dos seus temas, ideias e enigmas (enigmas esses onde eu raramente acertava nas respostas). Já decorreram dois anos desde que ele nos deixou e no entanto em todo este tempo a sua presença não deixa de se fazer sentir sempre que passo nesta rua da blogosfera. É verdade que tu já não escreves pá, mas nada me impede de voltar a ler-te sempre que queira visitar a tua Fonte. Não sendo exactamente a mesma coisa sempre é alguma coisa. A saudade da tua presença física é constante e a tua lembrança não se desvanece na nossa memória, querido AMIGO! Não é possível terminar este meu texto sem te pespegar um valente e etéreo XÔXO !!!

§-na foto acima, em Braga: Lena, Rui, Janita, Ricardo

A VACINA e o COVID + EU, 2ª toma

É hoje (é hoje!!)  o dia da 2ª toma. A 1ª foi assim "à experiência", como uma candidatura ao 1º emprego. Agora é mais do tipo: respondes às perguntas colocando o "X" no quadradinho e depois serás informado do resultado, mas somente se fores aceite (para tratamento). É daqueles situações em que pensamos: tomara que não me chamem, tomara que não me chamem, tomara que não me cham...

O meu REGRESSO

Estou de volta após uma intervenção rápida para extracção de vírus, limpeza de teias de aranha e dos borbotos que se me acumulam nas vísceras. Ser um PC é fácil, segundo consta; porém há vezes em que o fácil não é assim tão fácil como parece. Ora é um vírus que provoca "cólicas" no sistema operativo, ora é uma quebra de corrente que obriga a demoradas reiniciações... Mas agora que estou de volta já o blog poderá voltar a "dizer coisas".

VACINAS & VIZINHAS

Zultima P1050353.JPG

 

-Então D. Odete já foi bácinada?

-Já! O Alfredo deu-me uma ontem.

-O Alfredo? Mas ele dá bácinas?

-Dá pois. E esta noite vai-me dar + 1 dose!

-Ai as saudades que eu tenho de ser vacinada.

-À pois deves ter Zulmira. Enquanto o Augusto foi vivo até parecia que estavam em pandemia; era raro saírem à rua.

-Ora ora, Olivia e tu? O Manel farmacéutico não te avia bem as receitas?

-Acabem lá com isso. Vamos embora que está quase na hora da missa.

-Que Deus nos ilumine e perdoe os nossos pecados.

-E que nos vá perdoando pelos ainda não cometidos. Améim!

-E também pelos pensados e não cumpridos. Améim!

-(e pelos cumpridos sem pensar). Amêm!

MORRER OU NÃO MORRER?

Morrer ou não morrer? E morrer como? São questões que se põem a todos os vivos e que desejam assim continuar. Mas não havendo maneira de contornar a questão nem de como evitar o facto propriamente dito, há que matutar na coisa antes que sejamos apanhados de surpresa. Não sei nem imagino qual o melhor momento porque isto de morrer tem que se lhe diga e para tudo é bom ter alguma experiência. Aqui começa a dificuldade porque é muito difícil (senão impossível), encontrar alguém que já tenha vivido a morte, porque normalmento o que acontece é que quem morre nunca volta para explicar como foi. Conjecturas há muitas mas sendo todas muito elaboradas pelos que ainda estão vivos, carecem de confirmação pelos que já morreram. É verdade que há quem fale com os mortos, quem os chame p'rás mesas de pé de galo (salvo seja que eu nisso não sou tido nem achado). No entanto esses mortos quando aparecem (??) nunca ninguém os vê e exprimem-se com vozes roucas desconhecidas ou com batimentos do tipo morse que só os videntes sabem interpretar. Estas questões podem parecer bizarras ou até parvas para vir para aqui referi-las. Admito que sim. Todavia não se pode negar que o facto é susceptível de acontecer a todo e qualquer ser vivo, mesmo a quem seja completamente contra, como é o meu caso. Por outro lado se eu nunca morri como é que posso ter a certeza de que morrerei? E morrer como? São tudo questões que...

imagem copiada de: https://br.freepik.com/

A$ MODA$ $ão CARA$

Foto 1 - Calça Masculina Jeans Rasgada Premium Skinny Lycra

Ao ver tantos (e tantas) vestidos de igual (ou muito semelhante) decidi-me: vou comprar umas calças rasgadas evitando assim a preocupação de não as rasgar e sobretudo para que, ao chegar a casa, não me gritem: "ó meu grande *#+"@... já rasgaste as calças novas?, nem 1 dia te duraram"!! A grande dificuldade é o preço das calças (ou dos rasgões, não sei bem). Quem não está a par destas coisas da moda pode parecer-lhe estranho mas a verdade é que o preço (PVP) do exemplar ali exibido vai além da minha disponibilidade; aliás devo confessar que o dinheiro que tenho neste preciso momento dá à justa para um único rasgõn!! Opto por uns calções. São leves, frescos e são mais em conta! (onde é que já ouvi isto?)

+ ANO DE (blog) MIM

anos Catorze2.png

Nasci empurrado por 2 amigos deste kok que ainda me alimenta espaçadamente com ideias que ele acredita terem alguma aceitaçõn. O facto é que completo hoje 14 anos de vida o que jamais acreditei ser possível porque ter a minha existência dependente da vontade de um galo não é garantia de coisa alguma. Outro facto (por confirmar) é se viverei mais 1 ano. Tudo dependerá dos amigos continuarem a visitar este galinheiro; sem eles não há porque existir, né? A ver/ler vamos!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub