Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

RIR É BEM MELHOR!!!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

LOS CARTÕNES de las compras!

Cartões

Tenho (ainda) um telefone fixo cuja utilidade, actualmente, é praticamente nula. Mas ele ali está, mudo e quedo, como que num estado hibernético e, seguramente, esperançado em assim continuar eternamente.

Todavia e de quando em vez lá acorda e num tom sonolento chama-me: truim-truim...

-Alô...

E é quando se desenvolve uma interessante (algumas vezes até acontece) conversação entre quem quer impigir algo a quem (eu) não está interessado ou pelo menos não está muito interessado no algo.

Em tempos ocorreu uma situaçõn destas, quando me ofereceram um cartõn que me facilitava as compras numa grande superfície e que tudo o que comprasse só pagaria no mês seguinte (directamente à conta bancária) e sem juros e podia adquirir electrodomésticos em "X" vezes também sem juros, etc., etc., e ultimamente até dinheiro "me oferecem"!

Eram só facilidades...

Aceitei, não porque precisasse de tantas facilidades mas só porque me apeteceu. Depois da coisa feita aconselharam-me um valor simbólico de seguro de cartão que não aceitei considerando que tinha o tal cartão bem seguro na minha carteira. Agora vêm com uma nova ideia: comissão de inactiviade. Ou seja: se quiseres ter o cartanito tens que pagar qualquer coisita se não o utilizares com regularidade.

Estão no seu direito, tal como eu estou desistindo do dito cujo. Não deixa de ser curiosos que "se abram" na tentativa de angariarem clientes e que depois venham a exigir uma contrapartida somente pelo facto de termos aceitado a oferta que nos foi feita.

Porque uma coisa garanto: eu não pedi para ter o tal cartão!

Todavia tenho que pagar pelo facto de ter aceitado a oferta?

A esta situaçõn a opinião dum amigo meu (velho de muitos anos): vão trabalhar, malandros..

1 comentário

Comentar:

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D