Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

RIR É BEM MELHOR!!!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

A IMPORTÂNCIA DOS ABSURDOS

De uma imensidade de notícias de hoje (e que tanto podem ser também de ontem, de amanhã ou de depois), leio que o CR7 vai ser pai de gémeos (ainda sujeito a confirmaçõn?).

Interrogo-me: e que tenho eu -temos todos nós- a ver comn isso? Que importância tem para o mundo a descendência do CR7? Se for o caso, será importante para o mundo de quem o acoitou entre os seus lençóis (calculo) de setim e lhe acolheu nas suas intimidades e até à exaustão, o seu membro procriador.

Leio também que o Presidente Turco, Sr. Erdogan compara o genocídio nazi à proibição de fazer uma campanha inflamada na propaganda dos seus ideiais em países estrangeiros de importância relevante: Alemanha e Holanda, países onde as comunidades turcas têm relevância pelo número. (*)

Mas porque raio escolhi eu estas duas notícias? Sinceramente? Porque me pareceram um bom exemplo do que se passa neste mundo onde temos que viver (e morrer) segundo as nossas capacidades de sobrevivência, onde imperam impunidades e onde florescem demagogias. Quando à notícia da paternidade de um CR7 é dado destaque paralelo com a demagogia insultuosa do presidente de um País, muito vai mal no que respeita aos valores (pelo menos) morais de uma sociedade; O CR7 fecundou (sujeito a confirmaçõn)  quem livremente o aceitou; o presidente, às ordens do qual noticiaram que foram encerrados orgãos de informação e presos jornalistas, queixa-se agora de poibições em países onde a liberdade de expressão é (seguramente) maior do que na Turquia.

Os discursos dos políticos lembram aqueles passatempos: descubra as diferenças.

(*) e não venham dizer que o presidente Erdogan não sabe o que foi o holocausto.

 

 

8 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D