Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

RIR É BEM MELHOR!!!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

7 HORAS...

...com uma fita amarela no serviço de urgência num hospital da capital,

tudo porque uma dolorosa e paralisante contractura muscular obrigou a minha amada gaLina a apresentar-se àquele serviço. Inevitavelmente acompanhei-a em contínuo em todos os momentos desde a saída até ao regresso ao galinheiro.

E foram mesmo todos os momentos porque com  uma fita rosa (de acompanhante) no pulso tive a permissa de estar a seu lado, de princípio a fim. Dessas sete horas as duas primeiras foram de expectativa porquanto não houve ninguém que de nós se acercasse; à terceira hora uma médica veio saber de que se queixava "urgentada"; pergunto-me: se está tudo informatizado (cada médico tem acesso a um terminal) o que foi relatado e inscrito informaticamente na triagem não está à disposição nas salas de intervenção e assistência médica?

Adiante.

Feito o diagnóstico foram prescritos vários RX's para certificar ausência de lesões ósseas, recolha de sangue e de urina para outros fins, e ali ficámos aguardando os resultados, que como se sabe (quem sabe destas coisas), demora cerca de duas horas. E com tudo isto já iamos em cinco horas.

A chegada de uma enfermeira com um medicamento líquido para ingerir e mais um frasquinho de nolotil a ser administrado via cateter aplicado no momento, deu-nos a ideia que estávamos quase a desabulhar dali; mas não, porque depois de acabado o nolotil houve mais uma secção de RX desta vez para confirmar que a dificuldade em respirar não tinha que ver com costelas fracturadas nem deslocadas.

Tudo não era -não é- mais do que uma forte contractura muscular.

Atingidas que foram as sete horas de permanência, fomos finalmente libertados!

Isto foi o que nos aconteceu, doloroso para ela que não para mim.

Mas não quero deixar de relatar o que vi durante aquelas sete horas:

A equipa de médicos acompanhando atentamente os doentes, incluindo alguns problemáticos (esquisofrénica uma, alcoólica outra) que na recusa em seram tratadas chegaram a agredir a médica que insistiu na aplicação dos tratamentos; e a equipa de enfermeiros/as que não paravam de prestar assistência a todos os que ali estavam e que seriam para lá de 50, em crescimento porque as entradas de novos doentes eram mais do que a saídas dos recuperados. E os auxiliares que numa roda vida (enfim, uns mais do que outros), atendiam a todas as solicitações

Foi uma quinta feira muito penosa e desagradável, como são todos os dias em que a nossa saúde não está bem.

Melhores dias virão; têm mesmo que vir ou então isto vai ser, cada vez mais, uma grande chatice!

23 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D