Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

RIR É BEM MELHOR!!!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

É a CRISE..., É a CRISE...

ilustração de http://planicie-heroica 

Estou decidido e guardar o meu dinheiro debaixo de um “mósaico” da minha cozinha.

Porquê? Porque o gajo não me cobra nada por “manutenção de conta” como acontece com os bancos da nossa praça. Sim! Nos bancos agora “é um fartote”. Parece que só falta é cobrarem bilhete à entrada de cada vez que lá vamos.

E não há diferenças entre eles, o que só pode ser coincidência.

De início apregoavam: abra uma conta no banco e beneficie de juros que mesmo baixos sempre ganham mais do que ter o dinheiro em casa.

Depois diziam para domiciliar o ordenado usufruindo de vantagens nunca vistas.

Depois diziam que cumprindo a alínea anterior, não ficavam sujeitos ao custo de man.de conta, ou sejam 5€ + imp.selo.

Depois diziam que, mesmo cumprindo esta última, e para evitar o custo de man.de conta, deveriam domiciliar as despesas domésticas,(mínimo de três): água, luz, gaz e telef. Ah, e apresentar um saldo mensal mínimo de 1.500€.

Em Fevereiro disseram: os 5€ passam a 6€. Porém se a conta apresentar um saldo mensal entre 1.500€ e 3.000€ então o custo é de 3€; sempre é uma atençãozinha

Ainda uma outra coisinha: as despesas domésticas deixam de contar para efeitos de isenção.

Depois de ler várias vezes o que aqui transcrevo pensei: bem, é verdade que os bancos têm lá pessoas a trabalhar, para atenderem a gente e tal…, e como o meu dinheiro está lá guardadinho sempre lhes dá hipótese de ganharem “algum” naquelas operações financeiras, e tal…, certamente que depois me compensam com qualquer jurozinho, mesmo pouco que seja, porque a crise é grande e também chega aos bancos, né?!

Fui lá perguntar ao Sr. gerente de contas.

Olhou-me muito sério, primeiro. Depois recostou-se na cadeira, suspirou, voltou a olhar-me esboçando um sorriso esquisito (acho que teve uma cólica súbita) e disse-me:

-Desculpe, não percebi…

Para encurtar o relato: não há compensações! Ou tenho lá um saldo mais de 3.000€ em cada fim do mês, ou pago e não bufo! O que me fez regressar a casa, bufando!

Olha, olha, um saldo de 3.000€ mensal…!

Agora resta-me escolher qual vai ser o “mosaico” levantá-lo e arranjar espaço para os 8,12€ ( *\º ) que me têm sobrado todos os meses depois de pagar as tais despesas domésticas.

 

§- o “meu” banco desde 1990 era o Millennium

14 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D