Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

RIR É BEM MELHOR!!!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

Acabar com a DÍVIDA PÚBLICA!

Para uma rápida e eficaz liquidação da dívida pública à que acabar por morte com tudo o que sejam pedintes, reformados, desempregados, indigentes, doentes e acamados?

Então à que matá-los! À morte!! À morte!!

Que morressem de súbito.

Ou quase, (para não gerarem entupimentos nas funerárias a exigir horas extraordinárias aos coveiros), que fosse um súbito pelo espaço de 30 dias.

A chatice é encontrar voluntários.

Sobretudo voluntários que estejam dispostos a pagar as próprias despesas fúnebres!

Porque "este povo" é mal agradecido e não reconhece quando lhe querem fazer o bem!

ilustração copiada de: http://www.duzavesso.com

OS PROTESTOS.

Há coisas que não mudam, dizem! O mesmo acontece com os ministros.

É o caso do ministro branco. Da última vez afirmou que o bispo da tropa deveria decidir se queria continuar como tal ou se preferiria ser comentador político. Como se fosse necessário deixar de ser quem somos e o que somos para expressar a nossa opinião e o que sentimos e consideramos justo ou injusto.

Agora decide que há protestos legítimos e que há protestos ilegítimos?

Ou seja, também nos protestos há uns que são mais protestos que outros?

O sr. ministro branco talvez não aceite que quando há ministros que utilizam as portas das trazeiras para evitarem serem confrontados com apupos de eleitores, são ministros "pouco ministros", apesar de insistentemente proclamarem da legitimidade com que foram eleitos. É certamente por isso que são ministros e não são Ministros!

MARTE a CORES!

A cores? Mas quais cores? Até parece que a foto foi tirada no quintal da Ti

Rosa,a vizinha do rés do chão!

Mas o que interessa nem são as cores (?) mas sim saber onde e quando se pode apanhar o comboio para Marte. Porque a avaliar como isto anda um gajo pirar-se para morar em Marte não será seguramente pior do que continuar morando por cá!

Um coisa boa que Marte tem é não ter coisas: nem políticos, nem animais selvagens, nem cobras venenosas, nem relvas ou ervas daninhas.

Mas isso é agora!! Por isso o melhor é mesmo ser dos primeiros antes que comecem a chegar os outros, os tais que nem pedem licença; licenciam-se à surelfa e depois até acreditam que são dótôres!!

Uma questão fora do contexto: que é feito do Sec. da Cultura? Ainda existe? E se existe o que é que ele anda a fazer? (para além de receber o ordenado, ou o prémio de assiduidade, ou lá como é que se pode designar o que lhe oferecem por mês).

O 15 de SETEMBRO

Hoje acordei com nevoeiro (lá fora) e com uma enorme preguiça (cá dentro).

Fui ao café, bebi uma bica, dei e recebi uns "dedos" de conversa com os habituais, discutindo e concluindo sobre a manifestação de ontem (foi-me garantido que o sr. Portas não abre mas também não fecha; é assim uma espécie de "guarda ventos" em entrada de hotel, sempre a rodar, a rodar, a rodar...), e voltei a casa para o almocinho: arroz à valenciana!

De tantas frases e de tantos “slogans” ontem gritados, escritos, ditos e repetidos, aquele que penso melhor sintetizar a situação é:

O Governo é como o meu marido; não sabe o caminho mas não pára para perguntar!

Acho genial e (diria) demonstrativa de como é estúpida a actuação deste 1º ministro. É uma frase que faz rir, pensar e, sobretudo, porque é verdade!

GABRIELA

Faz tempo que vi a Gabriela, (a outra), que veio desinquietar novos e velhos; mais aqueles por uns motivos e mais estes por outros. Ou talvez pelos mesmos. Agora chegou a nova Gabriela e, sem receio de errar, esta é bem mais interessante. Enfim, é a opinião de quem pouco ou nada percebe de Gabrielas. Outras sim, mas Gabrielas nem por isso!

Ninguém é perfeito...

O CANDEEIRO NOVO

-Zé tem que ser hoje. Vamos comprar o candeeiro para a sala!

-Ok, mas hoje? Com este calor?

-Eu já sabia...! Eu já sabia que tinhas que arranjar uma descul...

-Pronto! Ok, ok, vamos lá então comprar o (grmfsstw do) candeeiro.

Este diálogo mantinal, decorreu ao pikeno almoço e... lá fomos, eu e a "galinha" (já sem a vesícula)!

E se há coisas que só uma mulher entende, esta é uma delas: para comprar um candeeiro foi preciso (???) percorrer toda uma loja, apreciando sofás, carpetes, mesas e cadeiras, camas e armários, secretárias, móveis de cozinha e de casa de banho, tecidos para cortinados, tapetes, e até (imagine-se) candeeiros de formas, cores e materiais variados.

Finalmente decidida a compra, e com a caixa contendo o coiso na mão (salvo seja) chegámos à caixa que recebe os pagamentos, pagámos e ponto final!

Pensava eu, porque chegados a casa:

-Então? Não vais colocar o candeeiro?

-Agora? Com este calor?

-Eu já sabia! Eu já sabia que ist...

-Pronto!! Vou já pendurar essa... coisa. (Bolas, um gajo nem pode descançar uma nesga que cai-lhe tudo em cima)!

-Tás cansadinho, tás?

-...

Tirei um, coloquei o outro e pronto! Operaçõn completada!

Mas também não lhe disse que afinal em vez de comprarmos um candeeiro comprámos um husvik!

(eheheheh)

BEIJINHOS, os bolinhos esquecidos.

Os beijinhos são uns doces tradicionais com uma base de bolacha tipo pastilha, feita com massa e decorados com um glacé colorido.

Se perguntarem aos mais novos já ninguém conhece uns bolinhos chamados «beijinhos». Mas conhecem os bolos americanos, agora vendidos em franschising, e que dão pelo nome de “cup cakes”. Não é que sejam a mesma coisa.

De comum só têm a cobertura colorida, mas é esse o seu atractivo.

É provável que estes beijinhos ainda possam ser adquiridos nas velhas mercearias situadas nos bairros antigos das grandes cidades mas sobretudo nas mercearias de cidades do interior.

Em centros comerciais também poderão haver, mas são outro tipo de beijos!

ilustração e ideia colhidos de: http://garfadasonline.blogspot.pt

UM PINGO doce?

Não há maneira de criticar uma notícia sem a noticiar.

Então lá vai.

No sábado fui ao Pingo (doce?) para adquirir uns produtos que me... mas isso não interessa. O que me interessa mesmo é referir que foi o primeiro dia da inauguração da não aceitação dos cartões até 20€.

Nada de novo pois esta notícia já não é propriamente uma notícia; nova, pelo menos.

Para minha surpresa estava lá uma equipa da SIC para fazer uma reportagem sobre o assunto!!

E fizeram, com entrevistas e tudo.

E quem foi entrevistado disse o mesmo que já fora dito anteriormente por outros entrevistados.

Sem surpresa, evidentemente!

Se não têm notícias mais interessantes e actuais para transmitir, então porque non se callan?!!

Ou metam anúncios...

Já não há pingo de paciência para tanta injecção deste produto!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D