Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

RIR É BEM MELHOR!!!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

EU, BLOG...

...completo hoje 5 anos de existência. Juro que nunca pensei...

CLIQUE para enviar para o orkut, seu blog ou para seu FlogE declaro-me inocente de tudo; mesmo do que ignoro e se acaso quiserem encontrar um responsável por isto, então visitem o blog da maria, pois é ele a quem devem/podem/o que quiserem expor o vosso desagrado.

E também o agrado que possam ter por me terem encontrado e que sintam (??) de cada vez que por aqui passam!

Diz a estatística que tenho 472 textos e 5.692 comentários , uns e outros sempre em crescendo, (muito mais estes do que aqueles).

Claro que gostaria de ter mais textos mas bem vistas a coisas a obesidade não é muito  saudável, nem mesmo para um blog. Por isso, e para que me consiga manter activo por mais uns tempos, o melhor é mesmo não abusar.

Além disso, quem me alimenta (um galo!! Já imaginaram?), pouco mais tem para contar e até é melhor assim antes que ele tenha um enfarte (o que seria "uma pena"), e eu tenha um colapso sem recuperação! O que seria uma “kalamidade”…

E porque sem eles eu, BLOG não existiria, devo e tenho que agradecer à maria com um enorme beijo e também ao “outro” com um forte um abraço (afastado, já sei) e 1 muito especial OBRIGADO!

Agradeço a todos os que por aqui têm passado com paciência (e tempo) para escreverem o que pensam (pois sem vocês eu não teria sentido) desejando que assim continuem e não se esquecendo nunca de sorrirem. Aos outros que só espreitam, pois que continuem espreitando; a porta continuará aberta!!

AS PRESSÕES e o BODE ESPIATÓRIO

Ainda mal tinha entrado no café e pergunta-me o Alfredo:

-Já sabes da última?

-Com tantas últimas que há por aí, até sou capaz de saber, mas diz lá…

-Já encontraram o bode espiatório.

-Ahn? Tás a falar de quê?

-Daquilo das pressões e das secretas pá!

-Do tal ministro que…

-Shiu, fala baixo!

-Porquê?

-Anda por aí tudo a ser escutado. Até bisbilhotaram o dentaduras

-O Bal…

-Porra, fala baixo pá! Sim pá, esse mesmo.

-Txhiii isso não se faz. Mas afinal quem é o tal bode?

Sem dar por isso entrei na onda no Alfredo e comecei também a sussurar as palavras olhando enviesado para as mesas do lado; estavam vazias, mas isto nunca se sabe e há mesas e mesas, né?

-É um gajo chamado Antunes. Ele diz que ele é que conhecia o gajo da casa dos segredos

-E então?

-Então? Então não se está mesmo a ver que aquilo foi tudo um arranjinho…

-Ah sim? Òh Alfredo, tenho que te dar os parabéns pá.

-Tens?

-Pois tenho; o que tu sabes, pá! Andam os deputados com comissões de inquérito e afinal seria tudo muito mais fácil: bastava passarem aqui pelo café, falavam contigo e  ficava tudo esclarecido.

-Mas há mais.

-Mais ainda? Conta.

-O tal Antunes garantiu uma nova oportunidade.

-Ah sim?

-Pois. O gajo despediu-se, pá!

-E…

-Acorda pá! Como o gajo se despediu isso quer dizer que vai ter uma nova oportunidade para mudar de ramo. Pelo menos foi o que o 1º disse aqui à dias

-Òh Alfredo, tu não me lixes…

-Não acreditas? Tu vais ver se dentro de pouco tempo o gajo não vai estar colocado numa empresa onde era mesmo dele que estavam a precisar para desenvolver qualquer coisa ou então para continuar tudo na mesma que é o mais certo.

-Alfredo Alfredo, as coisas que tu sabes… Bem, vou almoçar.

Levantei-me e saí não sem antes escutar uma vez mais o Alfredo:

-Inté. Mas acredita no que eu te digo, o gajo vai-se saf…

-Xau Alfredo, até logo!

Enquanto subia as escadas ia pensando: no meio de tantas ideias querem ver que o “sacana” do Alfredo ainda tem razão!?

PRESSÕES?

ui ui, tantas!!!

Era uma vez um jornal, uma jornalista e um ministro, uma pergunta e um segredo (ou dois?). Eis senão quando surgiram as sacanas das pressões.

Afinal quem é que foi pressionado?

A jornalista? O ministro?

Vivemos tempos difíceis, é verdade, e por isso não deve ser fácil dar uma resposta em 32 minutos!

Mais ainda sendo ministro!

À jornalista também não deve ser fácil arranjar uma pergunta para a qual conceda somente 32 minutos para obter a resposta.

O ministro afirma que não disse nada do que se diz que disse.

O jornal afirma que o ministro disse o que ele diz que não disse.

Que interesse tem o jornal em fomentar este imbróglio, sujeito a ser processado judicialmente?

O ministro se não disse nada do que se diz que disse, porque não processa o jornal judicialmente?

Mas isto tem algum nexo???

A PROVA da ALCACHOFRA!

Li que as alcachofras fazem parte da ementa das cozinhas francesa, italiana e espanhola.

E agora até são anunciadas como processo de emagrecimento para se perder 7 quilos em 10 dias, o que eu acho extraordinário.

Mas o meu caso é outro! Eu nunca comi uma alcachofra e em conversa com uma vizinha minha, francesa, fiquei sabendo que as ditas alcachofras podem ser comidas cozidas, grelhadas, em saladas, de várias maneiras enfim. E como eu nunca tinha provado tal coisa diz-me ela:

-si querres prrovearr eu fazerr uma véz e tu comerr éla...

Ai não que não quero, (pensei eu). E combinámos um jantar para amanhã.

Chego ao galinheiro e “comunico”:

-Olha, amanhã vou jantar com a Véronique, aquela vizinha ali da frente.

-Vais? Então porquê? Há alguma festa a la française?

-Não, ela disse-me para eu lá ir provar a alcachofra…

-Então não vais?! Tá-se mêm’aver!! Ela que dê a alcachofra a provar a outro.

-Mas…

-Nada de mas nem meio mas! Acabou a conversa!

-Ouve, é que…

-E NUNCA MAIS ME FALES EM ALCACHOFRAS, ÓVISTE BEM???

-pronto, já cá não está quem falou!, tschk...

ilustração copiade de http://oblogdajoanina.blogs.sapo.pt

RAIOS E CORISCOS,

RELÂMPAGOS E TROVÕES!

Com a Grécia num desequilíbrio instável e Roma num plano inclinado com uma acentuação de descida, os respectivos deuses já nem têm onde encontrar soluções. Restam os  Deuses nórdicos para porem alguma ordem na Europa!

Daí que Thor, tenha "arrelampado" o avião do presidente Hollande na sua viagem (a 1ª de várias) até Berlim.

-Foi um primeiro aviso.

-Ò Thor, então e se o avião tivesse caído e o presidente Hollande tivesse morrido?

-Tinha sido um aviso em dois: o primeiro e o último!

-Mas isso não teria sido muito violento?

-Teria. Mas não foi.

-E quando a chanceler Merkel for a Paris? Também vai haver um 1º aviso?

-Vou pensar mas nesse caso será um 2ª aviso pá! E agora vou comer qualquer coisinha.

-Eu sei (li no google) que és capaz de comer uma vaca inteira numa refeição; vais comer uma vaca?

-Pelo menos uma com toda a certeza! Daquelas "rechonchodinhas".

-E será uma vaca...

-Nada de jogos de palavras pá, senão levas com o mjolnir na tola e ficas a ver estrelas até ao fim do dia!

ilustração copiada de: http://uquaarilqua.blogspot.com

EQUIVALÊNCIAS CULINÁRIAS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Srª Esteves: um molotov; (lindo, alto, doce, macio, mas que não alimenta).

O Sr. Álvaro: um pastel de nata com vários dias; (sem canela, nem sabor).

O Sr. Aníbal: um prato de caracóis; (são mais as cascas que o miolo).

O Sr. Coelho: um pastel de bacalhau; (ilusão: é só batata).

O Sr. Gaspar: uma entrada d’hors d’ouvres; (que ninguém come).

O Sr. Jerónimo: um pão de ló; (apreciado nalgumas regiões, mas muito seco).

O Sr. Louçã: uma salada de orelha (de porco); (mais cartilagem do que “febra”).

O Sr. PPortas:uma pizza 4 queijos; (mozzarela,mozzarela,mozzarela,mozzarela).

O Sr. Seguro: um pudim flan; (muito bom aspecto mas mole, mole, mole…).

O Sr. Sócrates: um queijo Roquefort; ( bolorento, e pouco convidativo).

ilustração copiada de: http://saborehistorias.blogspot.com

AFINAL...

... em que ficamos?

Estávamos à mesa do café do bairro a falar/discutir sobre tudo e sobre nada e eis que um deles me diz:

-Tu deves ser meio aparvalhado, pá; só dizes parvoíces…

A conversa continuou misturando assuntos e pontos de vista, sem mais manifestações de agressividade por parte dos oradores.

Às tantas, acabado o meeting e paga a despesa lá fomos para casa, (cada um à sua evidentemente)!

Porém na minha mente subsistia aquela ideia de ser meio aparvalhado que só diz parvoíces.

E num estado de pura insegurança, pensava: será verdade?, serei mesmo um gajo meio aparvalhado? (Bem, estando preocupado com isto devo ser….)

Mas sendo assim, não seria mais correcto dizer meias parvoíces?

Afinal em que ficamos?

FEIRA DO LIVRO 2012, em LISBOA!

Ffui lá hoje e comprei uns livrinhos assim dos baratos que isto não está ffácil.

Muita gente a comprar mas sem dúvidas muita mais gente a passear, tudo pela mesma razão: isto não está ffácil.

Tive o prazer repetido de ficar à conversa com a escritora Deana Barroqueiro

que simpaticamente teve a gentileza de me ouvir ffalar sobre diversos assuntos cujo interesse não era (nem é) relevante e aceitou a minha ideia de voltarmos a nos re-encontrarmos no próximo ano, na próxima ffeira, eventualmente à mesma mesa. Será para mim um prazer renovado!

Também ffui com uma missão de solidariedade: levar a merenda a um raffeiro (este perffumado) que sabia lá estar numa tentativa de promover um seu livro.

Esta feira do livro tem diversos motivos de interesse, como pode ser comprovado pelas fotografias aqui publicadas, ou sejam:

ffarturas de livros, de pessoas com e sem crianças, churros e de porras! Quem havia de dizer, ffartura de porras!

E também por lá havia cherne; não consegui confirmar se seria mesmo um tal Durão Barroso... ou não!

 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D