Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

RIR É BEM MELHOR!!!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

ESPREMER até MATAR

Lembrou-se o Sr. Costa que, não sendo possível sacar dinheiro da cabeça de um careca nem do cu de um cabeludo, seria uma boa ideia que em cada litro de gasolina/gasóleo vendidos na área metropolitana de Lisboa fosse acrescentado um valor que reverteria para "ajudar" os transportes públicos colectivos.

Não sei onde "estas cabeças pensantes" vão desenterrar estas ideias.

Será que as têm de cada vez que vão à pia?, e que ao esforçarem-se por expulsar os excedentes ingeridos na véspera, lhes surge uma ideia nova?

Seja assim ou não, só me apetece dizer, bem alto: Òh Sr. Costa, vá cagar!!!!

Nota: a AMLisboa são 18 municípios: Alcochete, Almada, Amadora, Barreiro, Cascais, Lisboa, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Odivelas, Oeiras, Palmela, Sesimbra, Setúbal, Seixal, Sintra e V.F.Xira.

Dito isto tenho uma vontade imensa de acrescentar:

-Ò Costa, o que tu queres sei eu...

CONVERSAS de "CROMOS"

-Òh pá, já sabes que os deputados que não foram reeleitos quando correram com o Sócrates, vão receber o valor dos vencimentos que prefazem a totalidade do que receberiam si tivessem completado os 4 anos?

-Já ouvi dizer, mas achei que era uma boca!

-É verdade. Até veio no jornal…

-Então os gajos deixam de trabalhar (partindo do princípio que todos trabalham durante todo o tempo que lá estão), e têm direito a receber como se continuassem em funções?

-Pois, parece que sim.

-Mesmo que faltem para estarem presentes nos seus afazeres profissionais, ou outros, fora da política?

-Pois, parece que sim. Até aquela deputada que foi passar uns diasitos a Nova Iorque e justificou com uma assistência a familiar para não lhe ser descontado no vencimento…

-Bem, como já é sabido que há políticos que deixaram de o ser e continuam a receber umas verbas gordas (à conta do orçamento) enquanto forem vivos…

-E então?

-Então já não é de estranhar que toda essa gente faça leis que os venham a favorecer; assim já ninguém os pode acusar de não estarem dentro da lei.

-Hum! Mas isso vai acabar…

-Vai???

-Pois vai. Os troikos não disseram que quando se extinguem os respectivos postos de trabalho, isso é motivo suficiente para o despedimento do trabalhador?

-Disseram?

-Parece que sim.

-E sem indemnizações?

-Evidentemente…

-E isso não é só para a raia miúda?

-Sei lá? Para os trabalhadores é; se os políticos também são trabalhadores, então também deve ser, acho eu!

-Hummmm, não me cheira…

-A mim também não. Mas se cheirar a alguma coisa, garanto que não fui eu.

-Não é nada disso, pá!, quero dizer que não acredito que os gajos fiquem sem receber.

-Bem como estamos em crise…

-Estamos em crise, mas a crise não é como o sol que quando nasce é para todos…

-Já agora, não pagas nada? um cafezito e um cruàsã com fiambre? É que para mim a crise já nasceu.

-Oh pá, vai apanhar sol…

VIAGENS

Dizia-me uma amiga:

-Ai, nem fazes ideia do que foi "aquilo"; foi uma coisa do outro mundo!

Noutras circunstâncias poderia até ficar interessadíssimo, mas eu sabia que "aquilo" foi uma viagem num cruzeiro de dois dias no mediterrâneo com paragem em Casablanca, ou Tanger , ou lá onde tenha sido!

E sabia porque já estava marreco de ouvir a coisa pela vigésima oitava vez (pelo menos).

É certo que em tempos me interessei por um passeio destes, mas agora nem por isso.

E porquê? Porque com o relato desta minha amiga já estou enjoado de tanto mar e também (aliás, especialmente ) porque vi o vídeo seguinte:

http://www.youtube.com/watch_popup?v=T4FIS1FnOQg

Decididamente opto por caminhar à beira-mar num dia calmo ou embarcar num cacilheiro e almoçar sossegadamente na margem sul, num qualquer restaurante junto ao Tejo!

O São Martinho veio?

Com a crise que temos às costas (temos é como quem diz: temos mas não todos), não havia a certeza de que o S.Martinho aparecesse pois os dias chuvosos pareciam não ter fim. Afinal sempre veio! Hoje o Sol apareceu e acredita-se que amanhã, o dia 11/11/2011, (tanto onze...),  seja um verdadeiro dia de S. Martinho com castanhas e vinho! E com batata doce assada no forno.

Eu tratarei da minha parte neste assunto; acredito que vocês também o farão.

A MUDANÇA DA HORA

Esta coisa da hora mudar é uma chatice do caraças um enorme contratempo. Que raio de coisa! É uma situação que detesto porque não lhe vejo vantagens e também porque me chateia aborrece sair do trabalho quando já é noite ainda que sejam somente 18 / 19 horas.

Todos os dias me levanto às 7horas para tratar dos "meus" assuntos matinais e cerca das 8 horas levo a Migas à rua para ela igualmente despachar os seus próprios assuntos. 

Agora digam-me lá como é que eu lhe explico que a hora mudou e que ainda não são 8 horas da manhã?

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D