Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

RIR É BEM MELHOR!!!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

A MENTE TAL COMO OS PÁRA-QUEDAS FUNCIONAM MELHOR QUANDO ABERTOS!

GOSTO DAS NOITES

Também gosto dos dias, daqueles dias em que logo pela manhã uma leve brisa passa por entre os meus braços ao mesmo tempo que o sol me dá cor.

Até mesmo dos dias enevoados, dos ventosos ou dos frios, eu não desgosto.
E gosto quando de mim se aproximam e a mim se encostam, aproveitando uma sombra ou escondendo-se numa brincadeira.
Porém detesto quando me mijam aos pés (ou pior), quando me espetam pregos para prenderem uma corda e sobretudo quando os casalinhos, depois de uma boa esfrega, se lembram de me gravar na pele o sacana de um coração, ou dois, com iniciais entrelaçadas e atravessadas por uma seta, e a data e mais um “amo-te”…!!!
Porra! Porque não gravam tudo isso no… ai, ai, ai!

 

Por isso é que gosto mais da noite quando os pássaros em mim se escondem, mesmo que me caguem toda a ramagem!

JÁ LÁ TÁ

Custou mas foi. É que isto de enfiar o IRS pelas goelas abaixo da internet não é fácil não senhor. Durante o dia não tenho tempo. À noite não me aceita. Diz que há muito tráfego. Lá consegui agora uma frestazita e pumba! Já lá mora. Resta-me aguardar angustiado por receio de ainda ter que pagar mais do que paguei durante todo o ano! E agora vou-me empoleirar.

OUTRO LIVRO

Como Trabalhar Para Um IdiotaComo Trabalhar Para Um Idiota (Autor: John Hoover)

Subtítulo: Sobreviver e prosperar sem matar o patrão


Uma obra que o ajuda a "livrar-se" de patrões e chefes idiotas!
O seu chefe/patrão não reconhece as suas qualidades?É pouco inteligente, injusto e nem sempre toma as melhores decisões?Neste guia de auto-ajuda para situações laborais que se podem tornar complicadas pode aprender muitos truques e dicas para sobreviver e ser bem sucedido trabalhando para um patrão/chefe idiota.
Destina-se a todos os leitores que tenham emprego e que trabalhem sob a alçada e de um patrão ou chefe.
Sublinha-se que John Hoover, é um reconhecido consultor de liderança organizacional, com créditos formados junto de prestigiadas empresas como a IBM, a Delta Airlines, a Xerox e a cadeia de hotéis Hilton.
Neste livro, assume-se como um idiota em recuperação.

Um livro incontornável feito a pensar em todos os trabalhadores!

Não sei se alguma das visitas a este meu blog está numa situação para a qual a leitura deste livro sejam aconselhada. Em caso afirmativo é dirigir-se à livraria mais próxima e adquiri-lo.

Ou pela loja on-line das pub.europa américa. 

8 de MARÇO

 

ilustração de: http://img.olhares.com

 

DIA DA MULHER: Eu não sou lá dessas coisas dos dias de…!
É um cliché dizer que todos os dias são dias de…; Porém, cliché ou não, é o que eu penso e sinto!
Mas também não me repugna assinalar uma data comemorativa.
Como dizia Vinícios: saravá a quem é de saravá e a bênção a quem é de bênção!
Dito isto, e porque a minha mulher é a que melhor entendo (ainda que a opinião dela seja outra), deixo-lhe aqui a título de homenagem estes versos e que estendo a todas as mulheres, (incluindo as poucas "cof, cof," que correram comigo).
*** *** *** *** *** *** *** *** *** *** *** *** *** *** *** *** 
IMAGINO-TE
 
Imagino-te
Num entardecer à beira-mar,
Numa praia de finas areias,
Onde as ondas molham os teus pés nus
Que na areia molhada deixam marcas…
 
Imagino-te
À janela de um solar minhoto,
De cabelos ondulando nas brisas que passam,
Olhando o horizonte que frente a ti se estende,
E que nos teus olhos mil sonhos reflectem…
 
Imagino-te
Saltando e correndo num campo de flores,
Por entre milhos e demais sabores,
As garças voando em redor de cores.
O teu chapéu de fitas, para trás ficando,
 E os teus risos nos ares ecoando…
 
Imagino-te
Junto à varanda numa manta jogada,
Lendo um livro, num sofá deitada;
E nesse romance mergulhada,
O teu rosto calmo, sereno, brilhando…
 
Imagino-te
Lá acima, no alto duma falésia
Olhando o pôr-do-sol, que se via
Num mar de suaves ondas mergulhar,
E na tua face a sua luz reflectia…
 
Imagino-te
Numa qualquer rua, correndo
Numa saia de pregas ondulantes,
E a alegria no teu rosto brilhando,
Por entre os lábios um sorriso vivia.
 
Imagino-te
Nesse espelho reflectida,
E nos meus olhos mergulhada;
Em meus braços estendida e
Pela minha boca abraçada.
 
Imagino-te
Por entre nuvens e calores;
Por entre cardos e flores;
Por entre ódios e amores;
Por entre fogos e cores.
 
Imagino-te
Vestida de azul, de rosa, de anil,
De contente, de feliz e de febril,
Deitada num desgosto ou numa paixão!
 
Imagino-te
De olhos abertos e lábios cerrados,
De boca aberta e de olhos fechados,
De peito arfando de desejos contidos!
 
Imagino-te
Em relva deitada, carente, encantada,
Pelo luar beijada e por mim amada!
 
Imagino-te…

QUEM INVENTOU OS GINÁSIOS?

Uma conversa de café, de hoje.

-Oh querida, sabe lá!, desde que ando no ginásio já emagreci 5% de gordura, e foram só 3 aulas.

-Ah sim? E isso é bom?

-Ai fôfa, que parva; claro que é bom. Sabe, está lá aquele PT de olhos azuis, todo ele fitenesse...

-Ai, que não entendo nada. Quer dizer que anda num ginásio da PT? Com olhos azuis?

-Credo, fôfa!! Que deslumbre, meu deus..., PT é um "personaltrâinére", que nos ajuda a fazer os movimentos...

-Aaahhh!

-Pois, tá a ver?, ele vai-nos dizendo como é e nós vamos colaborando...

-Ah, pois, colaborando...

-Olhe, só sei que à cintura já subtraí meio centimetro. Nem lhe digo...

-Diga, diga!

-Exercitamos nos aparelhos. Exercícios sentados, ou deitados, e até deitados no chão...

-Ah simmm?

-A querida não quer experimentar fazer pelo menos uma aula? Sabe que também pode frequentar a hidromassagem, o setépe...!

-Não, não. Uma vez fui ver uma aula em que as pessoas tinham umas bolas e que mostravam às outras pessoas e perecia que iam dar a bola mas nunca chegavam a dar...!não é coisa que eu aprecie.

-Ai que possidónia, fôfa! 

-Pois...

-Olhe, eu adoro. Vou passar a ir todos os dias...

Aqui chegado, paguei a cerveja e o rissol e fui à minha vida; pelo caminho fui pensando na conversa da fôfa e da amiga e questionei-me: quem é que terá inventado esta coisa dos ginásios?

Ora, quem se lembraria de inventar umas geringonças para o pessoal fazer ginastica, deitado ou mesmo sentado?

Só pode ter sido um Alentejano! É que não há outra hipótese!

  

Alguma dúvida? 

Sem ofensa aos meus amigos alentejanos. Mas se não brincarmos com os amigos...! 

O VENDEDOR AMBULANTE

                                

O Almerindo é um vendedor ambulante que anda de terra em terra vendendo de tudo o que cada um precisa. Não importa o que seja! O Almerindo tem para venda. Se não tem desta vez, fica anotado e na próxima cá estará o produto, apregoa o Almerindo do cimo da sua imponência de vendedor ambulante!

E como homem de palavra que é, satisfaz sempre o freguês!
O Almerindo é casado com a Maria Odete.
A Maria Odete é uma morena de olhos verdes, peito generoso e sempre pronta, à espera do Almerindo.
Ontem um cliente fez uma encomendou ao Almerindo mas que teria que ser entregue hoje sem falta.
-Ok, vou já tratar do assunto e amanhã (hoje) cá terá o material.
Por isso o Almerindo alterou “ a volta”, regressando a casa inesperadamente.
Abriu a porta, poisou a mala-mostruário, e pendurou o casaco no cabide.
Tudo calmo e silencioso.
Tudo? Não! Ouviam-se gemidos vindos do quarto.
O Alberto abriu a porta do quarto.
Ficou paralisado com o que viu: a Maria Odete embrulhada com o vizinho Adérito; e ela gemendo e gemendo e o vizinho zumbando e zumbando…!
Passados os primeiros instantes o Almerindo gritou:
-Mas afinal que pouca-vergonha é esta? Hein? Então eu que me farto de trabalhar, que ando de terra em terra para ganhar algum dinheiro, que até te comprei um descapotável e eu tenho que andar de comboio, e tu Maria Odete, tu fazes isto? Hein? Tu não tens sentimentos Maria Odete? Han?..., E o vizinho não tem vergonha de espécie nenhuma? Oh porra!, ao menos parem enquanto eu falo…

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D